(31) 3288-4104
(31) 3288-4104

Saneamento: mais presença nos vales do Mucuri e do Rio Doce

No ano passado, a Poros montou uma equipe em Teófilo Otoni (MG), maior cidade do Vale do Mucuri, para executar as obras de urbanização do Loteamento Gran Viver Esmeraldas. Pouco mais de um mês depois, fez parte do consórcio que venceu a concorrência da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) para executar uma obra de ampliação do SES (sistema de esgotamento sanitário) daquele município. Agora, a Poros fortalece sua presença na região com mais dois projetos da estatal: um em Poté e outro em Santana do Paraíso, que fica no vizinho Vale do Rio Doce.

A empresa chegou ao Norte e ao Nordeste de Minas em 2009 para desenvolver obras para o Copanor – subsidiária da Copasa criada para oferecer serviços de saneamento naquelas duas regiões mineiras. “Agora, queremos ampliar nossa atuação em outras regiões do estado, e esses três novos projetos vêm ao encontro dessa estratégia”, explica Luís Carlos Araújo Dias.

Em dezembro do ano passado, o Conselho de Administração da Copasa aprovou um total de R$ 7,4 bilhões em investimentos em todo o estado no período de 2022 a 2026 com o objetivo de expandir os serviços de água e esgoto.

O escopo das obras

Teófilo Otoni
• 16 mil metros de redes coletora e interceptora
• 1.030 ligações de esgoto

Santana do Paraíso
• 2.500 metros de redes coletora e interceptora e recalques
• Três EEEs (estações elevatórias de esgoto)
• Uma ETE (estação de tratamento de esgoto)

Poté
• 3.900 metros de adutora de água bruta (DN 250 mm)
• Uma barragem para captação
• Uma subestação elétrica
• Automação da ETA (estação de tratamento de água)